3 de agosto de 2011

Kitty pede ajuda (novamente) à blogosfera

Pessoas que frequentam aqui o blogue e que exercem essa actividade bonita que é o voluntariado, contem-me tudo! Onde, como, quando, contactos, etc e coiso. Já andei a googlar sobre o assunto mas nada como as vossas dicas para ficar a perceber tudinho.
SHARE:

22 comentários

  1. és de onde? eu faço voluntariado na associação de apoio a animais- Gaticão. é em aveiro. basta aparecer e ajudar no que for necessário! mas visita a página da Gaticão, é só colocar gaticão no google :)

    ResponderEliminar
  2. se te referes a voluntariado para adquirir alguma experiência na área da psicologia (que também é a minha) posso aconselhar-te a APAV.

    ResponderEliminar
  3. Este Blog,

    Fico à espera. Obrigada! ;)

    **

    ResponderEliminar
  4. Caramela,

    Se pudesse ser na área que mais gosto, tanto melhor! ;) Tens alguma experiência lá? Sabes como funciona?

    **

    ResponderEliminar
  5. como és do porto é difícil e também covém definir em que área queres fazer voluntariado.
    Eu já fiz com animais mas na zona sul do país por isso pouco posso ajudar-te.
    O que posso dizer é tentares ver que associações existem na tua zona, contactá-los, eles explicam-te que tipo de apoio aceitam e necessitam e tu dirás a tua disponibilidade. É tudo.
    Para quem esteja desempregado e queira fazer algo durante esse tempo, pode ainda propor a colaboração em sistema de voluntariado com alguma entidade, firma, empresa, etc e depois terá uma declaração passada por essa entidade para apresentar no centro de emprego. As vantagens não são muitas mas sempre ajuda a quem está sem trabalho e quem sabe não será uma porta e uma experiência para acupação futura.
    beijocas e boa sorte

    ResponderEliminar
  6. Fiz com familias carenciadas, mas através da igreja local. Sei que há uma bolsa de voluntariado onde te inscreves, dizes o que pretendes e as organizações vai lá sempre que precisam de alguém.

    ResponderEliminar
  7. Eu fiz o meu estágio curricular na APAV. Para além de teres uma formação inicial (3 dias), acabas por aprender um pouco de várias vertentes: psicologia, serviço social e direito, pois o apoio à vítima centra-se em 3 apoios específicos (psicológico, social e judicial), o encaminhamento é feito conforme as necessidades de cada caso.
    Faz-se acompanhamento psicológico, mais numa vertente de empowerment da vítima e na linha das "terapias breves", caso se ache necessário, caso a vítima peça/aceite e caso seja o "suficiente" para essa pessoa em particular (há casos que exigem também outros tipos de intervenção, por ex., de um psiquiatra).
    Informa-te no GAV (gabinete de apoio à vítima) do Porto. Geralmente as formações são em Setembro (do Porto não sei mas também deve ser :). Regra geral há uma selecção e entrevista prévias. Num GAV o atendimento é telefónico e/ou presencial.
    Gostei de fazer o meu estágio lá. Dá-te bagagem e competências/conhecimentos vários. Também fiz acções de sensibilização e formação na área da violência doméstica e do namoro.
    Ah, ao contrário do que algumas pessoas pensam a APAV não trabalha apenas com violência doméstica. APAV: Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (de Crime), ou seja, intervém com qualquer tipo de crime.
    Caso chegues a fazer voluntariado num GAV e precises de esclarecimentos diz!

    ResponderEliminar
  8. Caramela,

    Obrigada! :) Deixaste-me super interessada!

    **

    ResponderEliminar
  9. A minha mãe faz voluntariado no IPO, na Pediatria. Faz companhia às crianças no isolamento, lê, joga, enfim. E sei que há voluntarios para todas as enfermarias, mesmo no Hospital. Podes ir lá directamente falar com os responsáveis pelo voluntariado. Espero ter ajudado.

    ResponderEliminar
  10. Eu faço voluntariado numa associação de recolha de animais abandonados. Mas um bom sítio para encontrares algo que te interesse é: http://www.bolsadovoluntariado.pt/

    kiss

    ResponderEliminar
  11. Olá Miss Kitty

    Também sou do Porto e tal como tu já pensei várias vezes em fazer voluntariado, mas faltou o passo seguinte..

    Se puderes depois partilhar alguma da informação agradecia-te muito.

    Obrigada e vai em frente nesta tua vontade :)

    ResponderEliminar
  12. É uma questão de ires à Câmara Municipal da tua cidade e perguntares. Se possuir um gabinete "Cidade Saudável", é aí que deves ir.

    ResponderEliminar
  13. Na Juventude Cruz Vermelha há sempre vários projectos. :)

    Crianças, idosos. (:

    ResponderEliminar
  14. Se quiseres voluntariado internacional fala com o pessoal da Rota Jovem (http://www.rotajovem.com/) que eles são impecáveis e explicam-te tudo perfeitamente.

    :)

    http://cordealgodaodoce.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. Enquanto se fizer voluntariado na área,
    dificilmente as associações precisam de profissionais renumerados!

    A APAV é uma optima associação, mas como lidas com o facto de estar a fazer voluntariado, e teres uma colega a receber?
    Embora não tenhas o curso completo.

    Voluntariado é gratificante, mas existem os prós e os contras.

    ResponderEliminar
  16. B*,

    Ainda que eu estivesse a trabalhar na área, a ideia de fazer voluntariado permaneceria. Acho que todos devemos ajudar.

    "como lidas com o facto de estar a fazer voluntariado, e teres uma colega a receber?" Da mesma forma que lido com tantas outras situações na minha vida. Tentando ser o mais profissional possível.

    Quanto ao curso que tirei ele está completo. Era uma licenciatura de 3 anos que foi o que fiz. ;-)

    **

    ResponderEliminar
  17. desculpem "meter-me na conversa", mas hoje em dia (e é apenas a minha opinião) o voluntariado é muito bem visto por quem recruta trabalhadores. isto porque actualmente, dado cada vez mais os currículos serem muito semelhantes entre si, são as competências pessoais e sociais das pessoas que começam a servir de factor discriminatório entre vários potenciais trabalhadores. A fazer voluntariado que seja algo que 1º te dê prazer e 2º num sítio que te dê "bagagem" para um futuro profissional. Por exemplo, estou a pensar seriamente entrar num projecto de voluntarido na minha cidade na área da formação (x horas por mês durante um ano). seria bom ganhar dinheiro?? Claro!! :) Mas a experiência e o preenchimento do curriculo ninguém me tira, para além de que se cria uma rede de contactos que pode ser fundamental num futuro próximo

    ResponderEliminar
  18. Caramela,

    Subscrevo inteiramente cala palavrinha que escreveste. É isso mesmo! ;)

    **

    ResponderEliminar
  19. Compreendo perfeitamente.
    Mas a licenciatura de ciencias psicologicas, não dá rigorosamente para nada - infelizmente por um lado, mas
    felizmente por outro, porque é preciso bem mais que 3 anos, para formar um bom profissional de psicologia.

    Em relação ao voluntariado, não sou contra, até porque fiz voluntariado durante 4 anos na APAV,
    por impossibilidade de horarios, tive de desistir.

    Mas também sou da opinião, que é cada vez mais dificil emprego na área da psicologia, uma vez, que efectuamos serviços gratuitos de voluntariado.

    Boa sorte, e que a experiencia seja acima de tudo gratificante.

    ResponderEliminar
  20. Eu fiz no âmbito do programa de Voluntariado "Mais voluntariado, menos solidão" da Santa Casa da Misericórdia. Uma vez por semana, às vezes duas, ia visitar, passear, fazer coisas diferentes, com uma Sra. de 70 anos. Tive "sorte", confesso. A Sra. era cheia de energia, culta, muito culta, adorava jovens, mas só tinha a infelicidade de não ter família. E digo-te, experiência única. É só ires ao site da Santa casa que tens lá todas as informações.

    Beijinho

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig