4 de agosto de 2011

Perder-me entre tachos e panelas

Cozinhar, quando não é por obrigação, é das actividades mais terapêuticas que conheço (a par da escrita). Não sou nenhuma Nigella, mas devo confessar, sem falsas modéstias, que tenho uma queda natural e talvez genética para esta arte. Isto porque, sempre que me aventuro em novas receitas, dificilmente a coisa me corre mal. Agora que penso bem nisso, talvez seja uma das poucas actividades manuais para a qual tenho algum jeitinho. O único problema de quem gosta de cozinhar é que isso implica que a seguir alguém (nós) saboreie os nossos quitutes. Como somos apenas duas pessoas cá em casa, e a menos que eu resolva cozinhar para fora, tenho que me manter afastada dos tachos nos próximos tempos. Ou isso, ou a terapêutica vai pesar e bem na balança, com a linda forma de banha na minha barriga.
SHARE:

3 comentários

  1. Já conhece o Suvelle Cuisine? É um blog de receitas bem apetitosas, mas light. Aconselho.
    http://suvellecouisine.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Como eu :)
    Por isso vou postando algumas receitas do meu dia a dia apressado, no meio das minhas aventuras e desventuras diárias :)

    http://mefrancesca.blogspot.com

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig