10 de agosto de 2011

Seriously??

A hipocrisia é coisa que me chateia um bocado. Cansada das vozes que a toda a hora se levantam, do alto da sua sabedoria, para criticar esta produção da Vogue, com a Thylane Lena-Rose, uma menina modelo de dez anos de idade, eu pergunto: então e que tal falarmos dos jovens actores que trabalham horas e horas como gente grande e ninguém diz nada? E as manequins de 14 e 15 anos que têm carreiras de sucesso e fartam-se de viajar pelo mundo fora? A própria Thylane é modelo desde os quatro anos de idade e só agora chamou atenção porque está de batom e saltos altos. A mim, esta produção não me chocou nada. Até me remeteu à infância, tempos em que me borrava com os batons da minha mãe e fazia poses de menina crescida. O trabalho infantil prolifera em inúmeras áreas, todos os dias milhares de crianças se ligam a redes sociais sem vigilância parental, e agora acham que uma simples sessão fotográfica é um incentivo à pedofilia?! Give me a break!
SHARE:

24 comentários

  1. Eu não critico. Apenas acho que aos 10, 12 anos devemos ser giras e moiudas...não devemos ser sexy e ter ar de engate ;)
    Mas pronto, isto sou eu que com a idade dela era assim pro "feínha" :)

    ResponderEliminar
  2. eu acho que não é diferente da pedofilia..é só outra maneira de fazer as coisas... tens razão em relação ao trabalho infantil... mas aqui há uma exposição do corpo e de sensualidade que uma menina de 10 anos nem deve saber o que é.

    ResponderEliminar
  3. Concordo plenamente! Não há pachorra para falsos moralismos! E já agora, quando criticam que saibam do que estão a falar...

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Esta menina é capaz de ter muito mais suporte "psicológico" do que muitos miúdos das novelas, por exemplo... Esta foi a única produção de moda(editorial) em que apareceu vestida de adulta. Todas as outras mostram uma menina de 10 anos como todas as outras, com a diferença de ser mais bonita. Espanta-me que só passados 7 meses da revista ter saído venham as críticas... Isto sim, não me parece inocente!

    bjs

    ResponderEliminar
  5. Eu nao gosto, nao acho mesmo piada. A menina pode fazer sessoes fotograficas e ser capa de revista sem ter que estar toda maquilhada e de saltos altos. A capa é bonita se me abstrair do facto de ser uma menina de dez anos a parecer uma mulher de vinte... mas como é dificil abstrair disso sou uma das que é contra... e no meu caso nao considero falso moralismo.

    ResponderEliminar
  6. Oh Kitty costumo concordar com o que escreves, mas quanto a esta questão especificamente lamento mas discordo. O problema não está, na verdade, em ela ser uma miúda que é modelo, nem de trabalhar horas a fio até se conseguir uma boa foto. Provavelmente se aparecesse com roupas apropriadas à sua idade ninguém se insurgia e seria até bonito de se ver. A problemática centra-se aqui, na minha opinião, quanto à sexualização de uma miúda de dez anos. E não me parece de todo que o editorial tivesse como objectivo remeter as leitoras à infância...se assim fosse as fotos seriam de cariz diferente. É que, o mundo da moda com este editorial abriu uma porta muito perigosa que pode até conduzir a problemas de pedofilia etc... Não se trata de falsos moralismos, trata-se de consciencialização e de reflectir nas possibilidades nefastas que podem advir daqui.:s

    ResponderEliminar
  7. Eu concordo contigo.
    Provavelmente os nossos actores e/ou cantores sofrem muito mais que esta menina.
    Eu gostei e não acho evidente que seja trabalho infantil.

    ResponderEliminar
  8. Uma coisa é certa, a miúda é linda!! Tem futuro e está começar cedo realmente. Acho que as pessoas também falam sem saber e depois dá esta polémica toda. Lá porque tira fotos e trabalha não quer dizer que não esteja a viver a infância dela e seja feliz!

    ResponderEliminar
  9. Também não consigo compreender o alarido à volta destas imagens, já as tinha visto antes e achei-as super fofas, fez-me realmente lembrar uma menina a brincar com as coisas da mãe. Bjs

    ResponderEliminar
  10. Girls,

    Uma nota: não sou a favor do trabalho infantil e acho que a legislação devia ser mais severa nesses casos.

    Acho que este tipo de capas (trabalhos) não constituem um problema por si só desde que não se tornem um hábito.

    **

    ResponderEliminar
  11. Aparte de todas as questões de pedofilia á volta disto, eu acho que por parte dos pais esperaria um pouco de bom senso.Para a míuda aposto que está tudo a ser um máximo mas não passa de uma criança e não podemos deixar de perceber que se este mundo é feio para os adultos, imagino para uma criança de 10 anos.

    ResponderEliminar
  12. Finalmente alguém que concorda comigo, aleluia!!

    ResponderEliminar
  13. Eu fiquei chocada com isto,e percebo bem a polémica que se gerou em torno disso,não acho que uma menina de 10 anos deva se mostrar desta forma,em poses sensuais,parece mais fotos tiradas de sites de pedofilia,uma coisa é pintarem-se e andarem de saltos altos em casa,outra coisa é aparecer em revistas como se tivesse uns 20 anos,tenho uma filha da mesma idade,ou melhor 11 anos,e não me imagino a ver semelhante coisa,nem a permitir tal coisa,e muito menos estar a ganhar dinheiro à custa dela,eu sou contra,e não acho isso falso moralismo.

    ResponderEliminar
  14. Discordo com o teu ponto de vista, uma menina de dez anos não deveria ser retratada dessa forma numa capa, se a sessão estivesse adequada à sua idade retratando uma criança e a sua inocência tudo bem, mas uma criança em poses sensuais e com uma produção desse género ... não é moralismo, é bom senso ._.

    ResponderEliminar
  15. Não concordo contigo, não acho que esta produção de moda seja adequada a uma menina de 10 anos, como alguém disse por aqui uma produção de moda de uma criança nunca devia mostrar sensualidade. É por isso que eu não suporto aquele programa do people and art's que transformam as miudas em mulheres... é uma atrocidade. Achei piada (not) a comentários que dizem que a miuda é mais gira que alguns miudos e por isso é bem... sem comentários!
    É uma questão de consciencialização, esta capa é um verdadeiro chamariz á pedofilia.
    Muito triste este post! Demostra uma total falta de consciencia , espero que quando tenhas filhos mudes de opinião.

    ResponderEliminar
  16. Sinceramente, não conhecia a cpa e assim que vi a foto, não posso mentir, fiquei chocada.

    Não sou uma pessoa preconceituosa, e acho que uma menina de 14 e 15 anos sabe o que faz, mas nesta capa não está uma menina de 15 anos, está uma quase bebé, uma menina pequenininha de 10 anos. Se é inocente ou não, apenas ela e os que com ela convivem podem saber, mas tem apenas 10 anos de vida e toda a produção, roupa, penteado e cenário incentivam, realmente, não um sentimento de: "olha que querida e fofinha que é!" Mas sim um sentimento que para mim é de repulsa, mas que para muitos pedófilos podem surgir como um aceitamento da sociedade em como uma criança de 10 anos é, também, um objecto sexual.

    Não costumo discordar contigo e também acho o máximo as minhas recordações das brincadeiras de vestir de adulta e de andar de salto alto, mas temos também de admitir, que a situação não é a mesma, nem o objectivo da produção é esse.

    Sou apologista de que a nossa sociedade infantiliza até demasiado tarde as pessoas, chama-se jovem a um homem e a uma mulher
    que está quase a chegar aos 30 e desculpa-se a irresponsabilidade dos mesmo com os frutos da inconsciente juventude, e isso não está correcto. Assim como não está correcto dizer que um adolescente depois dos 14 é uma criança, porque também não o são, mas esta modelo, é realmente ainda um bebé.

    A mim arrepia-me os comentários que homens com mais de 40 anos fazem quando a minha pirima de 19 anos passa e nem quero imaginar os comentários que muitos desses desgraçados devem fazer quando veêm essa capa. Para mim, o fruto de tal imaginação deixa-me o pelos em pé.

    ResponderEliminar
  17. O trabalho infantil é real e vemos muitas meninas e meninos na televisão e nas revistas a trabalharem para cumprirem sonhos que não são seus, mas dos pais que depositam nos filhotes as esperanças daquilo que não conseguiram ser. No entanto, para o trabalho infantil há leis a proteger os direitos da criança e é importante que as leis se façam cumprir.

    No entanto neste caso em particular o que chocou foi a sexualização dessas fotografias... é uma criança de 10 anos em poses sensuais e nada ingénuas (para quem a pôs a fazer tais poses). Todos nós, em crianças, brincamos ao faz de conta, imitamos os adultos... por nossa iniciativa, com a nossa ingenuidade e de forma natural no nosso processo de aprendizagem e crescimento e descoberta do mundo. Isto que se vê nestas fotos é totalmente diferente dessas brincadeiras.

    Sexualizar e erotizar a imagem de uma menina de 10 anos não é moda, não é beleza, não é arte. É condenável sim, sem falsos moralismos.

    ResponderEliminar
  18. fica a questão Se esta mesma foto não fosse a capa da vogue e fosse antes encontrada no computador de alguma pessoa, se ia ser levada com tanta ligeireza e se iam apelidar o individuo de falso moralista ;)

    ResponderEliminar
  19. Concordo plenamente, incentivo à pedofilia era se ela se vestisse assim todos os dias!

    ResponderEliminar
  20. Não acho que se tratem de falsos moralismos. Trata-se de bom senso e de saber o que são limites. Isto é, claramente, ultrapassar todos os limites.
    Este mundo está cada vez mais atrofiado e a perder todos os valores. Não é suposto uma criança de 10 anos vestir-se assim. É ainda menos suposto uma criança de 10 anos fazer poses como essa. Quem diz que essa miúda deve ter muito apoio psicológico dos pais: isto chega mesmo a roçar abuso. Noutro caso qualquer (se a foto não fosse para a Vogue, mas tirada em casa pelos pais e indo parar a mãos indevidas) a criança era tirada da custódia dos pais num ápice. Se fosse trabalho infantil numa fábrica era abuso e trabalho de menores e a criança era tirada da custódia dos pais. Mas como é no mundo da moda "ai, coitadinha da menina, que está vestida com as roupas da mamã".
    Lá por que algo existe não deve ser encorajado e visto como normal.

    ResponderEliminar
  21. Independentemente da miúda (que engraçado, miúda) ser linda e a sessão estar igualmente bonita, não percebo qual é o conceito da mesma... a infância de brincadeiras no armário da mãe? Com decotes até ao umbigo, fotos em tronco nú, boquinhas e jeitinhos para o fotógrafo? Humm, não me parece.

    Falso moralismo é achar que se esta foto fosse encontrada na posse de "alguém" não haveria, de imediato, ataques pessoais, investigações e seria na mesma dado o tapinha nas costas "opá, é só uma produção da Vogue".

    E na verdade, nem era necessário chegar à pedofilia. Uma produção sem laivos de sexualidade explícita de uma menina de 10 anos teria ficado muito mais bonita. Mas obviamente que uma Vogue controversa vende muito mais que uma Vogue normalzita.

    **

    ResponderEliminar
  22. Para mim é tão simples qt isto, se fosse minha filha nao ia permitir isso, se realmente ela gostasse desse mundo teria que esperar.Há momentos para tudo e este para mim foi um fail de todo o tamanho.

    ResponderEliminar
  23. Hopocrisia? Por acaso alguém comentou que era contra esta produção mas que era a favor do trabalho infantil? Não vamos meter palavras na boca das outras pessoas pois não?
    O problema está mesmo, como a maioria disse, na "sexualização" da criança e isso é feio, muito feio e choca-me!
    Não sei como fotos como essa podem remeter à infância.. ainda se a miúda estivesse com um ar "puro", toda esborratada e com roupas enormes (por serem da mãe) aí sim, isso me remetia à infância.. não fotos como estas em que a miúda está retratada como se de uma adulta se tratasse e rodeada de luxos!
    ***

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig