30 de novembro de 2011

Gente incompetente!

Aviso já que o que vou fazer é uma generalização, e como tal, susceptível de afectar pessoas que em nada correspondem ao perfil que vou aqui descrever. Adiante... No final do mês de Outubro, encomendei um serviço de serralharia cá para casa. Descobri o profissional da coisa fazendo uma simples pesquisa no google, agendei o dia e o dito senhor veio cá tirar as medidas. Esclareci sempre que estava com muita pressa e nem me importava que a obra não ficasse com a melhor qualidade desde que fosse rápida. Paguei metade do valor total do serviço - diz que é de praxe - porque há quem encomende portas e janelas e depois desista a meio do processo e os senhores serralheiros ficam com material parado. Até aí, deu para perceber. Dizia o cavalheiro que era coisa de uma semana e voltava cá para montar a janela. Preciso contar o que aconteceu depois, ou já adivinharam? É isso mesmo. Até hoje - mais de um mês depois - e o trabalho continua por fazer. Eu farto-me de ligar todas as semanas e o cavalheiro ou não atende, ou está no médico e muito mal da saúdinha e não tem quem faça as coisas por ele, enfim... Hoje disse-me "olhe, vou-lhe explicar o que aconteceu, apareceu-me uma pedra no rim". Bem... tive que respirar três vezes para não o mandar às urtigas! Agora expliquem-me, o que é que eu tenho a ver com a dita pedra no rim do homenzinho? Foi-lhe encomendado um serviço, o mínimo que pode fazer em caso de desgraça é telefonar aos clientes e pedir desculpa pelo atraso. Mas não, eu parecia uma malvada sem coração a chutar um moribundo às portas da morte. Oh raça... Querem trabalhar por conta própria? Acho muito bem, mas isso não lhes dá o direito de fazerem dos outros parvos. Nunca conheci nenhum profissional deste género - serralheiro, trolha, pintor, mecânico - que fosse sério e tivesse as coisas prontas a tempo! Chiça...
SHARE:

7 comentários

  1. damn, isso das janelas é tramado porque se os perfis não encaixam bem, manda de entrar ar. Tens que pedir marcação CE bydaway tamém qué obrigatorio por lei. Os oscilobatentes são mt lindos mas dão pa rapinar em casa qué um mimo.

    Melhor melhor é depois de ser um servço sempre caro, não to fazerem :\

    ResponderEliminar
  2. Não é um problema de profissão, é um problema de personalidade e de educação. Não sei o que custa mandar uma mensagem/e-mail ou telefonar a dizer que o projeto está atrasado...

    ResponderEliminar
  3. que cena marada.
    O homem o minimo que tinha a fazer era ligar e informar do que aconteceu paraque tu soubesses. E uma vez que tu estas com pressa e ele sem poder resolver o assunto, devia mesmo devolver o dinheiro para que podesses contractar outro.

    Ele não tem culpa da pedra do rim... Mas tu tambem não!!!! E precisas de um serviço que ao que parece ele não pode fazer.

    ResponderEliminar
  4. É verdade, está para vir o dia em que conheça um serralheiro, trolha, pintor ou mecânico honesto! Já fiz uma data de obras em casa e já mel levaram dinheiro sem fazerem nenhum, é impossível... Boa sorte! *

    ResponderEliminar
  5. E muita sorte se ele não te fixar com o dinheiro e nãop voltar a por aí os pés. Sim, já me aconteceu... never more.

    ResponderEliminar
  6. Tives-te azar! Eu trabalho com esse tipo de profissionais e existe muito boa gente que é cumpridora das suas obrigações. Pena é que também os há que honestidade e frontalidade não tem. :)
    O que me vale é que para além de ter aprendido muito com o meu pai, até tenho jeito para a bricolage e cá em casa só entra o meu pai/irmão se eu não conseguir mesmo, caso contrario sou eu mesma que faço.

    ResponderEliminar
  7. Gostei do que li...e acredito que existam pessoas assim, mas enfim. Temos de lidar com as varias personalidades que nós próprios seres humanos temos...

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig