28 de fevereiro de 2012

Imaginem...

... que estavam numa fase em que nada (mas é que mesmo nada) vos animava. O que faziam?
SHARE:

18 comentários

  1. Quando estou numa fase assim tento acreditar que vai passar, mais cedo ou mais tarde. Não é grande coisa, mas sempre ajuda a não desanimar por completo. Depois volto para a leitura do livro que estiver a ler e esqueço, por algum tempo, os problemas que me rodeiam.

    Boa sorte com isso e nada de desanimar.

    Saturnine

    ResponderEliminar
  2. Somos 2, fico à espera de sugestões... a vida por aqui não está nada fácil.

    ResponderEliminar
  3. Médico, ginásio, passeios a pé/ bicicleta ou patins pela Av. Brasil, ver o pôr do sol, chorar até me fartar se me apetecer, ir ver filmes patetas ao cinema sozinha, escrever escrever e escrever. Se ainda assim nada... Ir ao médico.

    ResponderEliminar
  4. Também estou na mesma situação, se alguem souber de algo milagroso, avisem-me...

    ResponderEliminar
  5. Em primeiro lugar detetar o motivo de nada, de nada me animar.

    ResponderEliminar
  6. Olá!
    Marcar uma viagem, nem que seja ir à capital de distrito mais próxima, passar uma bela tarde a passear.

    Eu volto sempre de energias renovadas.
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  7. Para mim o truque é manter-me ocupada. Ter outras coisas para pensar e para fazer para além do que me apoquenta e preocupa. Agora meti-me num curso de formação para não passar os dias a fazer refresh na página de anúncios de emprego. Bem sei que nem toda a gente pode pagar cursos e assim, mas voluntariado, explicações, corridas ou passeios a pé (não podendo ir ao ginásio), sair de casa e ir até a um local sossegado para ler um pouco, aprender a fazer algo inusitado - a internet está cheia de info, de ideias, tutoriais e diy - como costurar, ou aprender mais sobre mecânica automóvel, sei lá. Sair de casa, apanhar sol, sentir-me viva e cheia de sorte porque estou viva, tenho saúde, tenho um tecto. Bem sei que falar é muito fácil, mas para mim o truque é não desistir. Nunca. :)

    ResponderEliminar
  8. As situações não mudam por decreto: "a partir de agora vai ser assim, ou vai ser assado" Nao funciona.
    Que tal "fake it till you make it"?
    Imagina como gostaria de te sentir. Age tal como se te sentisses dessa maneira. O primeiro passo custa muito...porque não é real. Mas será.
    E é nos amanhãs que cantam que é preciso acreditar para continuar.

    ResponderEliminar
  9. procurava aquilo que gostava fazer (ouvir musica, ver séries e filmes, fazer uma bela sobremesa, cercar-me daqueles que gosto e que gostam de mim), e procurava fugir do que me fazia mal. Se não bastasse, procura ajuda especializada.

    ResponderEliminar
  10. Faz uma lista com os teus "to do's", com coisas que aches que precisas de fazer para mudar, para voltar a "mexer", para voltar a sorrir.

    Podem ser coisas simples, mas que depois de realizadas e feitas fazem toda a diferença.

    Vai em cada dia tentando riscar uma ou duas coisas, vais ver que animas! A sensação de coisas feitas para atingirmos o nosso bem estar é indescritível. Vão-nos saindo pesos de cima, e vamos sentir que estamos a caminhar...

    ResponderEliminar
  11. :) Fazer um esforço para não nos isolarmos e ficar junto das pessoas que mais amamos acho que ajuda!

    ResponderEliminar
  12. Eu não sou exemplo mas normalmente isolo-me durante uns tempos (c/ direito a muito choro e chocolate na cama) até que, normalmente depois de um boa noite de sono, acordo farta de sentir pena de mim, lanço um "fuck it" e vamos em frente.
    Vai passar, certeza. *

    ResponderEliminar
  13. Quando estou assim "gosto" de ver casos onde as pessoas estão muito piores que eu (por exemplo jovens Africanos amputados) e logo penso que, os meus problemas, deixam de ser problemas e passam a ser coisas chatas.

    O outro truque é mal o problema aparece pensar que não é um problema e, claro, mesmo que o seja, acabam sempre por aparecer dias melhores ...

    ResponderEliminar
  14. Ou mudo tudo cá por casa de sítio ou então umas compritas*

    ResponderEliminar
  15. Tb estou numa fase dessas..pensamento positivo pk o que não nos mata torna-nos mais fortes :)

    ResponderEliminar
  16. como chocolates e forco-me a sair de casa e andar um bocado a pe no parque mais proximo. o sol ajuda-me imenso, e se for sol e mar melhor ainda (adoro o barulho das ondas do mar)

    ResponderEliminar
  17. Pergunta difícil, pois por estes lados também se está assim...

    ResponderEliminar
  18. Nada mesmo nada? Se já dura há muito procura um psicólogo. Se é coisa de poucas semanas e não te sentes como se o mundo fosse acabar, espera que passe. Comigo acaba por passar.

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig