30 de abril de 2012

O porquê de este país nunca andar para a frente

Há trabalhadores indignados porque têm que ir trabalhar amanhã, dia 1 de Maio. E há pelo facebook este género de apelos. Minha gente, eu sempre trabalhei em shoppings e não havia cá feriados para ninguém. Os únicos dias em que não trabalhava eram o dia 25 de Dezembro e 1 de Janeiro. E sabem que mais? Pedia sempre para ter muitos compradores nos outros dias. Era sinal de trabalho, de produtividade e de prémios (ainda que poucos) no fim do mês. Estando o país neste estado, como é que alguém pede para não trabalhar? Eu juro que não percebo. 
SHARE:

20 comentários

  1. Quem me dera ter que trabalhar amanhã! Era sinal de que tinha trabalho. Enfim, parte da culpa do estado do país é precisamente de muitos portugueses que pensam dessa forma.

    ResponderEliminar
  2. Eu não trabalhei em Shoppings mas para empresas internacionais e também nunca gozei feriados... O mundo não pára só porque é feriado nacional... Sei que o 1º de Maio é muito importante mas enquanto as pessoas forem compensadas por trabalhar esses dias (enquanto o nosso "querido governo" não se lembrar de cortar essa benesse) não vejo o porquê desta contestação... Temos de ser menos gregos e mais o povo emigrante e trabalhador que sempre fomos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Relativamente a esta parte "1º de Maio é muito importante mas enquanto as pessoas forem compensadas por trabalhar esses dias (enquanto o nosso "querido governo" não se lembrar de cortar essa benesse)"o estado ainda vai pagando,mas e os patrões das empresas para a qual muita gente trabalha e não paga os feriados e as horas a mais? A culpa não é toda do estado!Não deve estar a olhar para o problema em si com toda a certeza.

      Eliminar
    2. Relativamente a esta parte "1º de Maio é muito importante mas enquanto as pessoas forem compensadas por trabalhar esses dias (enquanto o nosso "querido governo" não se lembrar de cortar essa benesse)"o estado ainda vai pagando,mas e os patrões das empresas para a qual muita gente trabalha e não paga os feriados e as horas a mais? A culpa não é toda do estado!Não deve estar a olhar para o problema em si com toda a certeza.

      Eliminar
  3. é verdade.. eu vou trabalhar e o meu pensamento é " já que vou trabalhar, que apareça muita gente!" ajuda os bolsos das empresas e dos funcionários. não sei como existe gente capaz de escrever isso :x

    ResponderEliminar
  4. Concordo totalmente. Até acho o 1º de Maio um dos feriados mais estúpidos e injustificados de sempre.

    ResponderEliminar
  5. Sinceramente, se precisar ir ao Pingo Doce vou de certeza sem pena alguma...aliás, até me apetecia ir lá de propósito! :P Porque trabalho 365dias por ano, 24h por dia e não me ocorreria colocar esse género de apelos...até parece que vão ser os únicos a estar a trabalhar!! Há gente que só olha mesmo para o próprio umbigo...enfim...este ano vou fazer noite de Natal... :( Apelo a todos que não tenham indisposições, enfartes, avcs, paragens cardíacas, febres, crises convulsivas e afins! lololololololololo

    ResponderEliminar
  6. Não será só por isso, mas por haver tanta gente com este tipo de mentalidades. A verdade é que o significado intrínseco do 1º de maio é mesmo celebrar o dia do trabalhador e honrá-lo, não trabalhando. No entanto, é preciso ter em conta que o mundo evoluiu e que se todos nos dermos ao luxo de tirar o mesmo dia de folga, algo de muito errado irá acontecer.

    ResponderEliminar
  7. Eu não concordo nada contigo. Toda a gente tem direito a um feriado de vez em quando e não foi por isso que o país ficou como está de certeza!

    ResponderEliminar
  8. Também não consigo entender o porque de não quererem trabalhar amanhã...de certeza que o feriado vai ser pago...pois eu trabalho num hospital e até no Natal já trabalhei...e por acaso amanha também estou a trabalhar!

    http://styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Fogo, eu adoro quando existem feriados, ganhamos a tripilicar :o

    ResponderEliminar
  10. Ora cá está mais uma que trabalhou na Noite de Natal e véspera de Ano Novo. Não era obrigada,não estava na minha escala, mas como era solteira troquei com mães de família.

    ResponderEliminar
  11. Olha que há cada um! Então também estou indignada porque fiz 12horas de urgência na última 4ªfeira, dia 25 de abril em vez de ir celebrar a liberdade! E os doentes não tiverem solidariedade para comigo e compareceram à mesma! LOL
    Que eu saiba sempre existiram e sempre existirão pessoas que trabalham nos feriados.

    ResponderEliminar
  12. Santa ignorância... Respeitar o descanso no 1o de Maio é honrar os milhares de trabalhadores e trabalhadoras que morreram no seu posto e, mais importante, os que tombaram em nome de melhores condições de vida para eles e para os que depois deles vieram.

    O Estado a que chegámos não pode ser justificação para nos tirarem direitos que custaram muito a conquistar. Acredito que direitos e deveres caminham lado a lado. E há quem tenha demasiados direitos para tão poucos deveres.

    Os trabalhadores que a 1 de Maio de 1848 morreram em Chicago, trabalhavam 12h por dia, 7 dias por semana (descansavam ao domingo de manha por ser dia do Senhor), em condições desumanas e recebendo pouquíssimo que quase não dava para sobreviverem. E apenas exigiam um pouco mais mas a policia carregou sobre eles impiedosamente e a mando dos donos das fabricas.

    O mundo evoluiu de lá para cá mas as relações laborais continuam no mesmo pé. E entristece-me que sejam os próprios trabalhadores a criticar outros por se acharem no direito de gozar este feriado em particular...

    Conheçam a História antes de debitarem tamanhas barbaridades...

    P.

    ResponderEliminar
  13. Obrigada Sr. Martins por vir esclarecer a "santa ignorância"...espero que, por exemplo, não abra a cabeça no dia 1 de Maio, os hospitais poderão estar fechados para os funcionários irem "gozar" o 1º de Maio e "honrar os milhares de trabalhadores e trabalhadoras que morreram no seu posto"...é só flores...viver no mundo da fantasia é o que dá! Isto não está para brincadeiras...

    ResponderEliminar
  14. Cara Sini

    Não sabe qual a minha profissão nem se vou ou não trabalhar amanha.

    Um medico ou enfermeiro que trabalhe num feriado tem direito à mesma folga e a uma compensação financeira justa por abdicar de passar esse dia especial no local de trabalho. E se trocar a jornada de trabalho de amanha com um colega não vai sofrer consequências.

    Um caixa, padeiro ou talhante do Pingo Doce que diga não a trabalhar amanha sabe que no fim dos 6 meses de contrato vai para a rua.

    E por outros (demasiados) estarem sem trabalho não significa que os que ainda têm ocupação profissional devam ter menos direitos apenas e só "porque ainda trabalham". Isso querem os patrões e políticos deste país mas, para bem de todos (sublinho TODOS) isso não vai acontecer.

    Felizmente que se partir uma cabeça ainda não irei recorrer aos serviços do Pingo Doce para tal... Ao menos tenham senso nos argumentos que utilizam antes de debitarem o discurso politicamente correcto!

    P.

    ResponderEliminar
  15. Caro Sr. Martins, tal como os enfermeiros e os médicos, quem trabalha no Pingo Doce também poderá trocar o dia de trabalho e quem tiver mesmo que trabalhar receberá também a compensação por tal. Os enfermeiros e os médicos também têm contratos de trabalho e estes também acabam...
    Eu também não queria ter que trabalhar na noite de Natal, compensação nenhuma paga o estar longe da minha família, e no entanto terei que o fazer porque TOCA A TODOS!

    Claro que não iria recorrer aos serviços do Pingo Doce se partisse a cabeça, mas se todos pensassem como você o país parava e não sei a quem recorreria...

    Nota: não sei a sua profissão, não sei se vai trabalhar ou não amanha, mas tenho a certeza que isso não afectará a minha felicidade!

    Bom feriado a trabalhar ou não!

    ResponderEliminar
  16. concordo contigo, eu trabalhava num café e só no dia 1 de Janeiro é que não ia trabalhar! meu amigo, se é preciso...

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig