22 de junho de 2012

Aiii que neura...

Tal como contava na página de facebook, às quatro da tarde dirigi-me ao cabeleireiro habitual com o propósito de escadear o cabelo e, como amanhã até tenho um baptizado, já saía de lá com ele direitinho. O sítio transbordava gente por todos os lados. Ao ponto de não ter onde me sentar. A neura começou logo a atacar. Depois, vejo uma senhora de idade que estava a arranjar o cabelo, a dizer para a cabeleireira que a neta (que devia ter uns 12 anos) também precisava lavar e secar ao natural. Oh Meu Deus, a miúda não tem champô em casa????!! 

Outra coisa que me deixa piursa é desatarem a pôr umas gotinhas disto e um creminho daquilo sem pedirmos nem perguntarem nada. Quando chega a hora de pagar, cada bocadinho desses cremes, são mais quatro euros. Pimba! E podia continuar aqui a noite inteira enumerar coisas que me irritam nos cabeleireiros em geral mas vou-me aquietar. 
SHARE:

8 comentários

  1. Felizmente tenho um cabeleireiro fantástico. Nunca me atrasa, conhece bem o meu cabelo, aconselha-me muito e não inventa gotas e gotinhas!

    ResponderEliminar
  2. Hoje estamos as duas com uma neura por causa da mesma coisa... grrrrr! Fiz à pouco um post parecido, lol!

    ResponderEliminar
  3. É por essas e por outras (entre as quais o facto de, não importa o quão reputado seja o cabeleireiro, sair de lá rigorosamente na mesma) que raramente lá ponho os pés. Com excepção dos cabeleireiros que possam pentear-me para eventos de trabalho, só há uma que está autorizada a fazer intervenções. Para além de ser uma excelente profissional que nunca me estragou um cabelo (nem em descolorações) detesta ter clientes a empatar o salão. Aquilo é chegar, sentar e ir à sua vidinha...

    ResponderEliminar
  4. Ui como te entendo ! Ja por isso que eu tenho uma unica cabeleireira onde vou ja ha 2 anos e não há cá esquisitices! Ela já sabe como tratar o meu cabelo , e nao dá uma tesourada a mais sem o meu consentimento !

    ResponderEliminar
  5. Ir ao cabeleireiro é coisa para me desestabilizar gravemente. Raramente vou. Apesar de tudo o resto, o que me enerva mais é ir cortar as pontas e sair de lá tipo soldado recruta. No me gusta!

    Bj

    ResponderEliminar
  6. realmente isto de ir ao cabeleireiro tem muito que se lhe diga! é por essas e por outras que das poucas vezes que lá vou (cortar o cabelo, praticamente), faço questão de frisar que não quero produtinhos, nem esticar, nem modelar nem nada! quero ao natural e pronto

    ResponderEliminar
  7. Eu odeio cabeleireiros, por isso e por muiiito mais! Por isso só ponho lá os pés uma vez por ano!

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig