29 de agosto de 2012

Solamente Tu

Há cinquenta anos atrás, por esta altura, nascia a pessoa com a alma mais bonita que eu alguma vez conheci.  Um daqueles seres que nós intimamente sabemos que são raros, pela sua personalidade peculiar mas, acima de tudo, porque têm uma capacidade de amar e de se dar ao outro absolutamente únicas. Que num simples olhar transbordam carinho e doçura e conseguem fazê-lo até com pessoas que provavelmente não o mereceriam. 

Falo da minha mãe. Falo da mulher de quem eu tive a imensa sorte de nascer, e de quem não herdei todas as qualidades, mas que me transmitiu tudo o que sabe e me transformou naquilo que sou hoje. Falo da minha melhor amiga, da minha conselheira, do meu porto de abrigo, do meu confessionário. Aquela que consegue ser tudo isto, sem nunca deixar de ser mãe, de me puxar as orelhas quando estou a ir pelo caminho errado. 

E aquilo que mais desejo, é um dia poder ser para os meus filhos, pelo menos metade daquilo que ela é para nós. Ok, se não for pedir muito, também gostava de chegar aos 50 assim tão linda, e com um olhar de quem tem uns inocentes 20. :-) 


Alboran, porque sei bem de quem herdei o meu lado lamechas e o gosto por uma barbinha de 2 dias. ;-)
SHARE:

5 comentários

  1. parabéns à mama porque se gosta de barba de 2 dias e fez um menina linda como tu, só pode ter bom gosto!

    ResponderEliminar
  2. parabéns à mama porque se gosta de barba de 2 dias e fez um menina linda como tu, só pode ter bom gosto!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns à mamã pelo aniversário e pela ternura de filha que tem :) e já agora, quem me dera ter uma mãe tão novinha :)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns à mãe.

    Beijinhos e um dia muito feliz!

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig