13 de setembro de 2012

A máquina de fazer pão (III)

Tirei algumas fotografias (peço desculpa pela qualidade das mesmas) numa das vezes que utilizei a panificadora para vos mostrar melhor qual o aspecto final do pão. Acho que toda a gente se lembra que comprei esta máquina de fazer pão no Lidl por cerca de 48€. Já falei dela (aqui e aqui) mas ainda assim, muita gente me escreve a perguntar como funciona e se compensa. 

Então, existem farinhas apropriadas para este género de máquinas de várias marcas e um pouco por todos os supermercados. As farinhas da marca Continente (as que tenho usado mais) trazem cerca de 1Kg e dão para fazer 2 pães como o da imagem e custam 1.50€. A única coisa que precisam fazer é colocar a farinha na máquina, juntar água, 2 colheres de óleo e o resto é o que está à vista. O pão da imagem é o Brioche (tãoooo bom!) mas existem vários tipos (de milho, sementes, pão branco, etc) que podem fazer. 

Quanto ao tempo de cozedura, ele varia consoante o pão. O de milho, por exemplo, demora cerca de 1h30 a ficar pronto. Os outros demoram umas 3h em média. Cá por casa o que fazemos é programar a máquina para o pão estar pronto de manhã cedo para assim aproveitarmos as "horas de vazio" do contador. 

Mas afinal, compensa ou não? Acho que a resposta a esta pergunta deve variar de família para família. Cá por casa, compensa. Apesar de ter padaria já ali ao virar da esquina, andava possuída com o facto de se pagar tanto por meia dúzia de pães, que depois passado uma hora já estão rijos que dói. Esta quantidade de pão (da imagem) dura cerca de 2 dias cá em casa e está sempre suuuuuper fofo! Se tiverem mais dúvidas, podem perguntar ;-)
SHARE:

14 comentários

  1. Acho que a maior vantagem destas máquinas é, para além do dinheiro que eventualmente se pode poupar, poder ter pão quente logo de manhã. Não tenho nenhuma, mas esta ideia, a mim, apaixonada por pão, tenta-me muito!

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho uma igualinha e não me arrependo.
    Gosto muito!

    ResponderEliminar
  3. Parece-me tão bem!...

    http://hiimab.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Quando tiver o meu cantinho, quero ver se arranjo uma destas :D

    My Fashion Insider

    ResponderEliminar
  5. Agora fiquei tentada... e não fica tambem rijo passado um dia? Nota-se diferenca para melhor, comparado com os da padaria?
    Tenho receio pois o meu homem é louco por paes...

    Medy

    ResponderEliminar
  6. A farinha para brioche do continente é a que mais uso, mas normalmente junto-lhe canela, erva doce ou passas. Fica tão bom. E o cheirinho...
    E sinceramente, gosto mesmo é de misturar e levedar na máquina, mas cozer no forno. Além de ficar melhor evita aquele formato quadradão, que me chateia :)

    ResponderEliminar
  7. Parece-me que sim, que compensa...
    penso que quando tiver a minha casita, ponderei em ter uma. :)

    ResponderEliminar
  8. Já estive não sei quantas vezes para a comprar mas ainda não comprei precisamente por não ter a certeza se compensa. Adoro o conceito e adorava ser eu a fazer o meu pão. Mas não tenho tarifa bi-horária portanto não sei se me compensa ter uma máquina desses ligada durante 3h, vários dias da semana. É de quantos watts, sabes dizer-me?

    ResponderEliminar
  9. Eu tenho uma há uns 5 meses e estou muito contente, deixei de comprar pão e agora faço quando quero. Tal como tu aproveito a noite e as horas do vazio do contador. Comecei por comprar farinhas já preparadas mas compensa mais comprar a farinha normal mais barata e em maior quantidade, tal como o fermento de padeiro que compro numa pastelaria de fabrico próprio e depois congelo, fica muito mais barato do que o vulgar em pó que se vende nos supermercados.

    Espero ter ajudado alguém com as minhas dicas.

    ResponderEliminar
  10. O facto de estar tanto tempo ligada para fazer o pão, não é dispendioso com a luz? Eu já tinha visto a parte I deste post e até fiquei curiosa. Mas acho que o tempo que demora vai dar ao mesmo do que ir todos os dias á padaria?

    ResponderEliminar
  11. A máquina tem 850w.

    Quando digo que para mim compensa, refiro-me a qualidade/preço. Adoooooro pão e não andava nada satisfeita com os que costumava comprar por aqui. Também não tenho um congelador espaçoso onde possa guardar, portanto para mim, é óptimo.

    **

    ResponderEliminar
  12. uiii tambem fiquei tentada, e acho q so nao faco mais depressa pq estou a tentar comer menos pao... (buahhhhhhh) e tenho aqui uma maquina q o senhorio deixou no armario.
    mas q compensa? claro! pao a nossa escolha

    ResponderEliminar
  13. Tenho de pensar seriamente em adquirir uma... é que adoro o pãozinho fofo do dia, mas tenho uma preguiça enorme de ir à padaria logo pela manhã... de manha todos os segundos contam.. e levantar-me mais cedo, está fora de questão, pelo que acabo sempre por tomar o pequeno almoço fora de casa.. :(

    Bea

    ResponderEliminar
  14. :)
    Pãozinho quente disponível a qualquer hora é qualquer coisa de imbatível!
    Já tenho 1 há mais de anos e acho que vale muito a pena
    Já agora, se por acaso gostares de tomate e azeitonas, deixo-te uma receita: http://www.sweetmykitchen.blogspot.pt/2012/09/pao-rustico-com-tomate-azeitonas-e.html
    Beijinhos,
    Marisa Valadas

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig