3 de março de 2013

Era dar um par de estalos a esta gente

Isto da crise e dos movimentos de indignados tem muito que se lhe diga e está a tomar contornos que vão muito além do ridículo. Por exemplo, que raio de movimento é este, onde os supostos reformados indignados recebem milhares de euros por mês? E estão a comparar-se com os verdadeiros reformados do nosso país? A sério? 
SHARE:

9 comentários

  1. É gozar os reformados que de facto passam por dificuldades...

    ResponderEliminar
  2. Esse movimento é uma grande falta de respeito pelos reformados que precisam da sua reforma para conseguir comer e tomar a sua medicação! Que palhaçada. :|

    P.s.- Gosto da tua janela pop-up! :)

    ResponderEliminar
  3. Eu vi ha bocado um pouco dessa noticia e indignada fiquei eu ao ver que eles recebem TANTO dinheiro e reclamam...é a gozar com a nossa cara e com a cara dos reformados que realmente não recebem NADA!

    ResponderEliminar
  4. Se eles realmente trabalharam a vida toda e se descontaram na mesma proporção do que agora recebem ou recebiam, a verdade é que os cortes e taxas extras que agora estão a sofrer é injusto. Passar de 40 mil euros para menos de 10 mil é um corte gigantesco.

    E com isto não estou a comparar com a maioria dos reformados deste país, apenas estou a olhar a esta situação em particular.

    ResponderEliminar
  5. Concordo em Pleno com a ML. Se o recebem é porque descontaram para isso... mas a quantidade sim, parece a gozar com quem recebe os 200-300 como disse o jornalista. Pois bem, a razão é justa, o momento é que não é o apropriado...
    Deixei uma daquelas coisas chatas de se fazer lá no spot para ti... não é preciso responder, baaa...mas estou só a avisar. beijinho dear*

    ResponderEliminar
  6. Quem mais recebe mais descontou! Acho um absurdo cortarem as reformas em 90%! SIM 90%!!!
    Quanto é que descontaram ao longo da vida a pensar que iriam receber uma boa reforma? Lá porque têm reformas superiores não podem defender os seus direitos e manifestarem-se???
    Desculpe que lhe diga mas o seu pensamento, e o da maioria dos portugueses não é correcto. As pessoa começam a apontar o dedo a quem tem dinheiro. Eu não acho mal que há quem tenha boas reformas, descontaram a vida toda para isso. Eu tenho é pena que todos não tenham boas reformas!
    Claro que há quem tenha reformas muito pequenas, mas essas pessoas (por vários motivos) não descontaram ou descontaram muito pouco.
    considero que os cortes nas reformas são absolutamente inconstitucionais. As pessoas descontaram 40 anos, sim 40 anos para terem direito à sua reforma e agora, na altura da vida que mais precisam, há cortes destes???
    Não haverá mais nada onde cortar na despesa do estado? E que tala nas regalais do governo e dos membros da AR? E que tal nas despesas de gestão diária dos inúmeros ministérios e secretarias de estado?
    Enfim, tanto havia por dizer.

    ResponderEliminar
  7. esta é a prova de que precisamos de uma mudança ao nível das consciências, muito mais do que uma mudança política. mas meter todos os movimentos no mesmo saco é exagerado, estes são só um mau exemplo ;)

    ResponderEliminar
  8. Sim eu concordo com a ML.. eu não estou a comparar com os restantes reformados claro. Mas a verdade é que eles descontaram imenso, e agora só querem aquilo que lhes é justo..

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig