3 de julho de 2013

Luz solar

No fim de semana passado fomos fazer praia pela primeira vez este ano. As primeiras idas do ano à praia, geram em mim sentimentos dúbios. Se, por um lado, estou ansiosa por pôr os pés na areia e deitar-me ao sol, por outro, sei que há toda uma série particularidades acerca do meu corpo que fico a conhecer nestes dias. Não me vou alongar muito em explicações. Vocês já sabem que à luz solar, toda a celulite, estrias e até mesmo pêlos encravados aumentam de dimensão. Todos os anos é a mesma história. Mas desta vez, algo me surpreendeu. Não tinha ideia da quantidade de nódoas negras que habitam nas minhas pernas. Sou daquelas moças completamente desarticuladas, que vai contra tudo que é móvel e esquina, e passados cinco minutos já nem se lembra de nada. Como tenho a pele muito branquinha, ao sol, mais parecia que o Eduardo me tinha andado a bater com uma barra de ferro. E pronto, é tudo. Ou era isto, ou falava da crise.
SHARE:

4 comentários

  1. Eu também sou assim, haha. É uma tristeza

    ResponderEliminar
  2. Ahahah, rio-me sempre tanto com as tuas publicações. :b
    Mas eu sinto o mesmo. Sou mesmo branquinha, e nota-se tudo, tudo. Por isso é que me ando a esforçar imenso com esfoliantes e hidratantes a ver se dá em algo nos meus pêlos encravados. Ser mulher custa. :/

    ResponderEliminar
  3. Pois, como te compreendo eu ando cheia de nodoas negras também. Odeio, para além de todas as outras mazelas que referiste ainda temos mais esta para chatear.

    ResponderEliminar
  4. Somos duas! Volta meia volta lá descubro mais umas nódoas negras e nem me lembro onde as fiz!

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig