15 de julho de 2013

Oh tempo, volta para trás

Ainda me lembro do tempo, em que, nas lojas, existia a verdadeira época de saldos. Andávamos meses a poupar uns trocos para, chegado o dia, corrermos aos descontos de cinquenta ou até setenta por cento. Recordo-me de saber exactamente quando a Mango entrava em saldos, aqueles saldos mesmo bons, em que chegávamos lá de manhã cedo e tínhamos toda uma loja com descontos. Nada do que se vê agora. Claro que a culpa deve ser da crise, que obriga as marcas a irem escoando o stock ao longo do ano, mas ainda assim, uma pessoa fragiliza-se, e não deixa de sentir algumas saudades.
SHARE:

3 comentários

  1. Já me disseram é que com a crise eles não produzem tantas quantidades e por essa razão há muitas peças que já não chegam aos saldos! Mas realmente nada está como antes pelo contrário, já nem se espera por eles!

    ResponderEliminar
  2. concordo com tudo o que disseste! há peças em que os preços baixam mesmo pouquinho, e outras que nem sequer chegam aos saldos...
    run your world
    bloglovin'

    ResponderEliminar
  3. Eu lembro-me que os saldos eram efectivamente da roupa que tinhas visto nas semanas anteriores e não que pregavam para lá com toda a colecção de outono/inverno e meia dúzia de peças da colecção de verão do ano anterior. Antes, se vias uma peça mais cara não valia a pena comprar, pois já sabias que entrava os saldos e lá estava ela mais barata. Agora namoras a peça tanto tempo e chegas aos saldos e ela desapareceu e não foi porque a compraram mas sim porque a retiram da exposição para abrir alas aos camisolões e gabardines pffff. Mesmo que no dia anterior ao início de saldos tenhas visto alguma coisa, no dia seguinte já não está lá exposta. Agora eles retiram tudo. Têm dias agendados para por esta ou aquela remessa de roupas, pelo que ouvi, e é ter sorte em ir às compras nos 3 dias que eles metem essa peça em exposição. Ou seja o problema não é fabricarem menos peças, é porque mesmo as tendo não as colocam em exposição. Quantas vezes na Mango, principalmente, pergunto por uma peça e eles têm em armazém mas tiveram que retirar da exposição pois recebem 2 vezes por semana peças novas e têm que expôr essas em detrimento das outras. Mais, por exemplo, no Natal quis trocar o número de uma camisa que me foi oferecida na Mango e disseram-me que estava esgotada em todo o lado e nem online encontrei. Agora deparei com ela no outlet do site com todos os números disponíveis. Não percebo essa gestão de stocks... E é isto ou retiram tudo para venda no ano seguinte nos outlets, pois também já lá vi peças que nas lojas nos dizem estar esgotadas ou nem sequer colocam nos saldos...

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig