6 de novembro de 2013

As contradições do peso

O tema "balança" já foi tantas vezes abordado aqui que agora não poderia ser diferente. O habitual, era eu queixar-me dos quilos a mais e da dificuldade (sem grande esforço, claro) de os mandar embora. Pois que o discurso mudou, para alegria de algumas pessoas que já deviam estar cansadinhas das minhas lamúrias.

Em poucos meses, passei de uns honrosos 58kg para uns esquisitos 52kg. Claro que a forma como se emagrece faz toda a diferença. Neste caso, não foi por querer e com o devido acompanhamento, mas sim por contingências da vida (vamos colocar as coisas dessa forma). E quando assim é, acredito que dificilmente alguém se consiga sentir bem com isso. O facto é que todo o meu guarda roupa de Outono Inverno, que já vem do ano passado ou mesmo de anos anteriores, me está completamente gigante. Não é só a questão de estar gigante, mas também completamente desadequado. Eu costumava usar malhas largas, que não marcassem a minha proeminente cintura e que agora parecem verdadeiros sacos de batatas quando as visto. A solução também não passa por sair daqui a correr para comprar roupa nova. A troika não deixa e eu tenho a leve esperança de vir a recuperar alguns dos quilos perdidos. E pronto, é nestas alturas que fico com vontade de me chicotear por ter andado a dar roupa que já não me servia. 
SHARE:

7 comentários

  1. Querida, Primark! Ou então uma boa costureira, espero que estejas melhor (não temos falado)... beijocas

    ResponderEliminar
  2. Se usares as malhar com um cinto, não fica bem? :)
    Concordo ali com a SAV, Primark e arranjas algumas soluções low cost ;)

    Espero que daqui para a frente seja só a melhorar. Beijinhos

    The gLiTtEr Side

    ResponderEliminar
  3. Já me aconteceu isso...dos 67 para os 49 em 4 meses...sei bem do que falas.(unfelizmente recuperei mais de 10 kilos,mas lembro-me do drama da roupa a arrastar-se e cheia de papos)

    ResponderEliminar
  4. Também já passei pelo mesmo quando fui operada à tiroide, não foram tantos mas notou-se bem. Depois recuperei bem, ou não fosse eu uma lontra a comer!
    Go go girl!!
    Bjinhos
    Sandra

    ResponderEliminar
  5. Ironias do destino sem duvidas, podes é tentar olhar para as peças de outra forma, as mesma camisolas largas podem agora ser um vestido por exemplo,foi assim dessa maneira que aproveitei algumas das minhas roupas já que perdi algum peso(com esforço e muita vontade)
    Desejo tudo de bom Linda e me alegra muito ver te de novo a postar!!!

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig