30 de maio de 2014

Leitoras com gatos chamadas a opinar

Já vos disse que vou de férias, já, já, jááá? :-) Pois que sim. Vamos rumar a terras algarvias para uma semana de muita paz, sossego, praia e sol. Assim espero. Como sabem (ou não) no ano passado os meus ricos pés não viram a areia da praia por motivos menos bons, então espero sinceramente me desforrar desse facto este ano. Mesmo estando gorda. Enfim. Adiante... O gato Leo, que é um mimado de primeira linha, em princípio vai ficar em casa dos meus pais. Afinal de contas, são oito dias para o bicho ficar o tempo todo trancado no apartamento e sem ninguém, coisa que não está habituado. No entanto, ele em casa dos meus pais apesar de ter um companheiro gato que ele adora, farta-se de rosnar, às vezes não quer comer, nem brincar, nem coisa nenhuma. Por isso contem-me, como é que vocês resolvem estes problemas? 
SHARE:

8 comentários

  1. Bem, a minha realidade é muito diferente da tua, porque tenho 3 e isso, só por si, já ajuda quando vamos para fora. Normalmente ficam cá em casa e a minha mãe ou um dos meus irmãos vem cá a casa dia sim dia não, ver se está tudo bem, trocar a água, por comida, limpar areias. Por serem três não ficam bem sozinhos, embora eu ache sempre que eles são imensamente mais felizes quando estamos em casa. Quando podemos (quando vamos para o Algarve ou Alentejo) levamo-los connosco. A verdade é que eu, nem que seja por dois dias, estando longe deles, fico sempre com um bocadinho do meu coração cá, cheio de saudades e de preocupação.
    No teu caso parece-me que o Leo fica amuado (a minha gata mais velha tb ficava quando era jovem) e por isso reaje assim. Não sei se tens alguma alternativa, mas se não tens, pensa que são so oito dias em que ele vai ter saudades vossas. Mas eles são rijos e aguentam bem. Ainda para mais estando com companhia que conhece.

    ResponderEliminar
  2. Para ser sincera, acho que eles ficam mais felizes sozinhos em casa (na sua casa, a que estão habituados) do que serem mudados para outro sitio. Eles não são muito dados a mudanças de ambientes ;)
    Eu costumo deixar os meus sozinhos quando vou de férias e há sempre alguém que vem cá a casa limpar a areia e por comida (o meu irmão, os meus pais…)
    O máximo que ficaram nesta situação foi duas semanas e sobreviveram incólumes - e não se mataram um ao outro :D

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho cinco, o que me impede de os pôr em casa seja de quem for. :) Mas tenho sempre amigos que se revezam para vir tratar deles: vem um de manhã e outra à noite, por exemplo. Eles detestam ser tirados de casa mas no caso do teu compreendo que seja mais fácil levá-lo para casa dos pais. Nesse caso, é deixá-lo rosnar à vontade (até pode haver umas sessões de pancadaria, é natural): se ele não tiver qualquer problema de saúde, garanto-te que vai comer, quando tiver fome. :)
    Eu acho que com os bichos devemos funcionar como com as crianças: quando menos stressarmos, menos problemas há. :)
    Boas férias!

    ResponderEliminar
  4. Acho que o melhor é deixares o Leo em casa e os teus pais se tiverem disponibilidade irem lá por exemplo dia sim, dia não. Os gatos não gostam muito de mudança de ambiente.

    ResponderEliminar
  5. Quando a minha irma vai de ferias , deixa a chave aos meus pais , e eles vao la todos os dias ao fim da tarde , dar de comer , e limpar o que for preciso . Na minha casa ha 6 gatos , era impensável trazer+1

    ResponderEliminar
  6. Acho que o problema não é o outro gato mas sim o estar fora do seu espaço. Eles estranham muito a mudança de lar.

    ResponderEliminar
  7. Olá! Concordo com os comentários acima. Mamã de duas gatas, confesso que é preferível ficarem no cantinho delas, e vir alguém a casa visitá-las, mudar a água diariamente e garantir que a ração está disponível e a areia limpa. As saudades, bem para isso ainda não há solução :) Mas com os teus pais está certamente bem entregue!!!

    ResponderEliminar
  8. Olá! Eu tenho 3 gatinhos e prefiro deixá-las em casa e pedir aos meus pais ou à avó do meu namorado, que mora a 10 metros da nossa casa e está "rija", para ir lá tratar deles. Assim sempre ficam no ambiente deles. Já experimentei deixá-los na casa dos pais do meu namorado, eles até os deixam andar soltos porque têm um terreno muito grande à volta da casa e andam bem alegres durante o dia mas durante a noite dormiam na garagem e faziam as necessidades em todo o lado menos nas caixinhas de areia, talvez pela mudança brusca de ambiente, não sei... Mas acho que se ficar em casa dos teus pais não há crise em relação ao outro gato. É normal rosnar ao início mas vais ver que depois dão-se bem. Boas férias! :)

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig