27 de janeiro de 2015

Botox aos 20??


Já todos percebemos que hoje em dia, e cada vez mais, se recorre a tratamentos estéticos para melhorar a aparência. Tratamentos mais ou menos invasivos, há para todos os gostos e quase para todas as bolsas também. Trabalho com beleza, logo, sou a primeira a incentivar as pessoas a terem cuidados diários com a pele, por exemplo. Faço-o por motivos estéticos, obviamente, mas também porque isso se reflecte de forma quase automática no bem estar e na auto estima da pessoa. Todos vamos envelhecer (é sinal que cá andamos) mas se puder ser de forma mais suave, o espelho agradece, e nós também. 

Por outro lado, há coisas que continuo a achar um perfeito exagero. Não concordo com operações plásticas em pessoas muito jovens, a menos que isso se reflicta de forma muito negativa a nível psicológico e, por conseguinte, acabe por comprometer o desenvolvimento social da pessoa. Parece-me essencial aprendermos a lidar com alguns dos nossos "defeitos" e frustrações à medida que vamos crescendo. Dá-nos a bagagem necessária para depois termos a maturidade suficiente para decidir se efectivamente nos queremos submeter a uma cirurgia ou não, termos noção dos riscos, das consequências e também dos custos que isso implica. 

Todo este discurso surgiu na minha cabeça depois de ler este artigo da revista Vogue Brasil, onde uma dermatologista afirma que a idade ideal para começar a usar o botox, são os... 25 anos. Fico chocada com este género de publicações e com a repercussão que acaba por ter na cabeça de muitas mulheres. Como já disse, e repito, não sou contra estes procedimentos. Se um dia as rugas ou qualquer outra característica me começar a chatear o suficiente sou bem capaz de me sujeitar a um qualquer tratamento. Mas eu tenho 33 anos. Aos 25 comecei a usar os primeiros cremes anti-rugas e nem me passaria pela cabeça andar a espetar agulhas na cara e nem acho que precisasse. É uma pena que a sociedade exija cada vez mais das mulheres (principalmente) e não aceite muito bem quem, simplesmente, queira envelhecer normalmente. Há uma linha que separa o facto de nos cuidarmos (usarmos protector solar, cremes apropriados, etc) de nos tornarmos reféns da nossa aparência. 
SHARE:

2 comentários

  1. Que perfeito disparate e exagero! 20?? Está tudo louco!

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho 34 e sería incapaz de me submeter a qualquer tratamento à pele envolvendo agulhas. Já me custa quando é necessário quanto mais por motivos de estética.
    Beijinhos,

    http://thelifestyleandfashion.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig