14 de abril de 2015

Será tempo a mais?

Este blogue vai fazer, pela altura do verão, sete anos de vida. Tanta coisa já aconteceu de lá para cá. Tantas coisas mudaram. Vivi coisas fantásticas e outras pelas quais gostava muito de nunca ter passado. Da mesma forma que eu fui mudando, também a blogosfera mudou. Antes os blogues eram maioritariamente anónimos, e dificilmente conhecíamos a cara de quem os escrevia. Isso fazia com que as pessoas fossem mais autênticas, mais verdadeiras (não me estou a excluir desta equação) e talvez por isso, mais interessantes. Os posts que víamos relatavam o seu dia a dia, os seus problemas, sentimentos e opiniões acerca das coisas. Talvez esteja um bocadinho sentimentalista ou saudosista mas sinto falta daquela época. Sinto falta de posts patetas, das partilhas sobre as coisas do dia a dia, das empatias que se criavam. Enfim... Se calhar sou eu que ando aqui há tempo a mais. ;)
SHARE:

7 comentários

  1. ou então tens de te tornar mais autentica, independentemente de julgamentos :) Tens de te sentir livre e escrever o que bem te apetece

    ResponderEliminar
  2. É por isso mesmo que não coloquei o meu nome ou fotografia no blogue. Não critico quem o faz obviamente, é uma escolha e cada um faz as suas, mas gosto de escrever o que quero sobre tudo e mais alguma coisa sem estar condicionada e, neste momento, posso fazê-lo portanto vou manter-me assim =)

    ResponderEliminar
  3. E já agora, muitos parabéns! Sete anos já é uma idade bastante considerável.

    ResponderEliminar
  4. Já tenho o blog ha uma batelada de tempo, também a rondar os 7 anos e também eu sinto saudades dos bloogs "porque sim"...Ainda há muitos, claro...E é com grande desilusão que ás vezes estou a seguir um blog ha pouco tempo e lá vêm os posts a proposito d enada para divulgar sapatos com os devidos links, outro post a proposito de nada para divulgar produtos de beleza de uma loja online conhecida, ou posts iguais em 15 blogs ... Não tenho nada contra, apenas gosto dos blogs que são apenas blogs, cujas bloggers postam quando e se quiserem sem compromissos de divulgações, page views, de um modo mais livre e genuino e não porque tem que ser...oh.fartei-me de falar pronto.

    ResponderEliminar
  5. Surgiram agora esses blogs em que as pessoas fazem delas figuras públicas, mas continuo a seguir imensos em que as pessoas falam com o coração, que contam o que se passa e em que vamos torcendo por elas neste lado do ecrâ :)

    ResponderEliminar
  6. Embora não pareça, também já ando aqui há bastante tempo. Lembro-me do teu blogue ainda tinha ele a imagem da Scarlett johansson (acho que era ela). Ou era ela a tua foto de perfil... Acompanhei o teu crescimento, a mudança... Mudança essa que fez todo o sentido por aqui, pelo menos é o que eu acho. E o teu blogue é dos pouco que sigo e gosto por ser genuíno. Não acho que estejas aqui há tempo a mais. Aliás, acho que deves ficar. Aparecem muitos blogues, parecem cogumelos a nascer, mas são poucos os que são bons. O teu é dos bons. ;)

    Quanto ao meu blogue, e ao que tive anteriormente, sempre fiz questão do anonimato. Tudo depende do que se pretende com o blogue e, no meu caso, é escrever sobre o que me apetecer sem estar condicionada por pessoas conhecidas. Se quiser escrever um post sobre algo mais pessoal, uma situação específica, quero sentir-me à vontade para o fazer.

    Também tenho saudades do tempo em que os blogues eram apenas hobbies de quem gostava de escrever. Mas alguns blogues anónimos passaram a muito conhecidos e o que acontece agora é que muitas pessoas querem seguir o mesmo caminho a todo o custo. Como se isso fosse fácil, não desse trabalho e desse fama instantânea. E esquecem-se de ser diferentes, originais, genuínos.

    Mas sabes o que penso? Que como começou, também vai acabar, se calhar mais depressa do que se imagina. Tudo o que é demais, torna-se cansativo. E depois, depois só ficam os bons.

    Ooops! Acho que me alonguei... ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig