26 de maio de 2015

Globos de Ouro Sic 2015 (3)


Juro que estava a tentar evitar falar isto desde que vi a Carolina Patrocínio na passadeira vermelha da Sic. Não dá. As fotos continuam a aparecer-me no facebook e eu tenho que dividir estas minhas dúvidas com vocês. Então, contextualizando, recentemente houve uma polémica pelo facto de a Carolina aparecer numa fotografia em que se notava excessivamente os "ossos" da zona do peito. Visualmente não é bonito, mas as pessoas muitas vezes não sabem criticar e disseram os mais variados disparates na página da rapariga. Estão a ver o filme?



Pois bem... Depois de toda essa celeuma fiquei espantada quando a vi aparecer com este vestido. Claro que, pelas redes sociais, voltaram a fazer o mesmo género de comentários. Era expectável. Mas agora eu pergunto: qual era o objectivo da apresentadora ao usar este vestido? O vestido é lindo, que o é, mas realça precisamente aquilo que ela tem de menos bonito, a zona do peito. Eu, na minha vidinha básica, quando escolho uma roupa, procuro sempre que esta realce o melhor de mim, nunca o contrário. Portanto, com isto tudo fiquei sem perceber qual era o objectivo. Seria para mostrar aos outros que "sim, tenho um externo saliente e gosto muito dele assim, obrigada!"?! O que me pareceria uma tentativa tola e infantil de afirmação. Ou então, passa-me sempre pela cabeça a outra hipótese do "falem mal de mim, desde que falem". A juntar a tudo isto, temos o facto de o styling ter sido feito por um profissional. Ainda torna a coisa mais estranha. Estava a imaginar uma cliente a contratar os meus serviços e a dizer: vá, esconda tudo de bonito que há em mim e saliente apenas o meu nariz xxl". 
SHARE:

6 comentários

  1. Aquilo que diz ser "tentativa tola e infantil de afirmação" eu chamo de "saber gostar de si própria tal como é". Coisa que, hoje em dia, e devido aos constantes ataques da sociedade e aos estereótipos que a mesma impõe, é muito difícil de se conseguir. Por isso, gabo a sua postura e o facto de saber aceitar os seus defeitos (que ela chama de "feitio"). Se todas nós fossemos assim, talvez, seriamos mais felizes.

    Um beijinho e boa semana.

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou ter que discordar. Quem sabe gostar de si própria tal como é e não tem problema nenhum de auto estima não precisa fazer este género de coisas. Eu para mostrar aos outros que vivo bem com as minhas estrias ou com o meu pneu na barriga não vou andar por aí de crop top. Não necessito da aprovação dos outros ;) Mas são formas de pensar.

      Bjinhos

      Eliminar
    2. Fazer este género de coisas? A Raquel está a ver as coisas num prisma diferente do meu. Porque é que ela teve de escolher aquele decote só por necessidade da aprovação alheia, e não, simplesmente, porque gostou do vestido?!

      A sua resposta vai ao encontro do meu primeiro comentário. As pessoas não têm de se vestir a pensar no que os outros vão achar, mas sim, como gostam e se sentem bem. E a Carolina é exemplo disso. Muito provavelmente, e só para ter a tal aprovação alheia, teria escolhido um vestido sem decote. Mas não, foi como gostou e achou bem.

      Eliminar
  2. Correndo o risco de ser mazinha-que posso, pq estou em dieta e tpm e longe das férias-quando vi esta imagem ocorreu-me imediatamente:noiva cadáver....sorry, ela é gira e tal mas aqueles ossos ali a frente,nhennn

    ResponderEliminar
  3. ela já tinha o vestido lá em casa dos saldos do ano passado...foi isso :p

    ResponderEliminar
  4. Realmente ela está um pouco estranha mas ela lá sabe :)

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig