5 de maio de 2015

Portugal precisa mesmo de trabalho?

Já ando há umas semanas para fazer este post. Mas a verdade é que fui deixando o tempo passar tentando dar o benefício da dúvida a algumas situações. É muito frequente vermos pessoas a queixarem-se da falta de trabalho. De facto, é uma realidade que actualmente não existem muitas oportunidades no nosso país. É triste, é revoltante. Existe porém o outro lado da mesma moeda. Pessoas que se fazem ao mercado, oferecem determinados serviços mas depois baldam-se completamente no que toca a cumprir com as obrigações. 



Hoje em dia é muito comum, perante a falta de emprego, cada vez mais e mais pessoas trabalharem por conta própria, fazendo os mais variados serviços, desde limpar, passar a ferro, cozinhar para fora, criar peças de roupa, bijuterias... Enfim... O facebook veio ajudar bastante a que seja mais fácil divulgar um negócio, e assim obter algum rendimento extra. 

O que me chateia mesmo é quando as pessoas não se levam a sério, não levam o seu negócio a sério e muito menos os seus clientes. É coisa para me enervar durante uns dias este tipo de chatices. Recentemente contratámos um serviço cá para casa em que levam a roupa para passar a ferro e depois a entregam. [Eu sei, eu sei, aleluia!] A pessoa que faz o serviço pareceu-me bastante simpática, pratica preços muito bons mas... tem sempre mil e um contratempos que a fazem faltar com recolhas e/ou entregas de roupa, não avisa, dá "desculpas" do género "não tinha saldo no telemóvel para avisar" ou então "amanhã? mas amanhã é feriado, ou carnaval, ou domingo". Depois eu pergunto-me: estas pessoas precisam mesmo do trabalho? Fico confusa. 

A generalidade das pessoas tende a pensar que trabalhar por conta própria é mais fácil. Não precisamos dar satisfações a ninguém, gerimos os nossos horários etc e tal. Na prática não é bem assim. A responsabilidade é muito maior, e se realmente queremos prestar um bom serviço temos que dar sempre o nosso melhor. Acho que a muitas pessoas falta um bocado de brio profissional, já para não falar do respeito para com os outros. 
SHARE:

4 comentários

  1. Concordo plenamente! Cada vez são mais as pessoas a optar por criar o seu próprio negócio e aqui falo de mim própria. E desde antes de tomar essa decisão que sei que é necessário trabalhar ainda mais e provar ainda mais do que somos capazes. É pena é que haja quem faça o contrário e goste de dar a imagem que quem trabalha por conta própria pode fazer o que lhe dá na vinheta e devido a isso muitas vezes não ver o seu trabalho dar os devidos frutos.
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  2. Acho que o problema é as pessoas não terem tempo para tudo ou organização. As vezes é preciso mais alem de dinheiro para abrir um negocio.

    ResponderEliminar
  3. Ter um negócio por conta própria não é pera doce, mas não é impossível.
    Como tudo na vida, requer dedicação, empenho e simpatia para com os clientes. Isso faz toda a diferença!

    ResponderEliminar
  4. Por isso é que enerva a moda do empreendedorismo. Porque fazem crer que qualquer um pode criar um negócio de sucesso porque é tudo muito fácil. E isso aliada à ignorância se muitos dá em muitos erros, como má prestação se serviço ou mesmo dívidas. Eu sei que não tenho capacidade para isso porque sou muito má a gerir e a lidar com clientes e por isso não arrisco porque só me ia sair mal. Mas como estou desempregada e não abro um negócio quase que sou insultada por esses que tanto gostam de fazer palestras e que me querem mudar a personalidade à força como se a que tenho não fosse boa só por não gostar da área. Ao menos evito desiludir is outros porque me dedico ao que sei é gosto...

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig