9 de janeiro de 2018

Mas que fardo este!


Todos os dias a cena repete-se. Pensar no que vou fazer para o almoço e para o jantar. Revirar o frigorífico, o congelador, ajustar as receitas de forma a que a Alice também possa comer... Uffa! Chego ao fim da semana e honestamente só me apetece atirar os tachos pela janela. E perguntam vocês: então mas não cozinhas desde que moras sozinha, porque te estás agora a queixar?! Eu explico, meus amigos. Não é cliché nenhum quando dizemos que um filho muda tudo, porque na verdade, muda.Quem vos disser o contrário está a pregar-vos a maior mentira de que há memória. Por exemplo, antes não existia aquela obrigatoriedade de fazer as coisas. Somos adultos, se não apetecesse cozinhar, podíamos muito bem comer uns cereais ou umas porcarias mais calóricas e a coisa passava. 

Desde que a Alice começou a fazer as refeições connosco temos tido muito mais cuidado. A comida é - na medida do possível - mais saudável e com menos sal. Todos os dias há sopa nesta casa, nem que seja só para ela, que a pessoa também não é de ferro. Tudo isto envolve mais idas ao supermercado, aumenta a procura por produtos mais frescos, sempre a pensar na menina. Uma fofa, mas que dá trabalho. :-) 

E a minha questão é, como fazem vocês para não estarem sempre metidas na cozinha? Existe algum truque super espectacular que as mães deste mundo me estejam a ocultar? Bimby já tenho, mas a bicha não trabalha sozinha. Fico à espera de dicas salvadoras.
SHARE:

6 comentários

  1. Infelizmente acabamos por estar sempre metidas na cozinha...e eu com dois filhos que o diga...
    Também tenho Bimby e o que me ajuda é planear as refeições, para a semana ou até, mesmo para 15 dias, para isso uso o Cookidoo

    ResponderEliminar
  2. http://economiacadecasa.blogspot.pt/2017/02/organizacao-duas-dicas-que-nos-ajudam.html


    http://economiacadecasa.blogspot.pt/2017/02/ainda-sobre-minha-organizacao-culinaria.html

    http://economiacadecasa.blogspot.pt/2017/02/como-organizamos-as-nossas-manhas.html

    ResponderEliminar
  3. não tenho dicas para ti. É mesmo verdade: tudo muda, e a preparação das refeições também. Somos mais exigentes, mais dedicados e isso leva mais tempo. Mas com o passar dos meses, e com a pequena a crescer, tudo se encaixa...

    ResponderEliminar
  4. Fazer uma ementa semanal que inclua o aproveitamento de alguma comida de uma receita para outra pode ajudar bastante. Fazer sopa, arroz e mais alguns "básicos" a mais para ter no frigorífico durante a semana também pode ser outra bela ajuda.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Não sou mãe, mas sempre tive dificuldade na hora do "o que vou fazer para o jantar".

    O que eu faço é ir juntando receitas dos meus blogs de culinária preferidos no OneNote, arrumadas por tipo de prato (Aves, Carnes vemelhas, peixe, etc.), e a partir delas crio uma ementa quinzenal, também no Onenote. Ao lado da ementa aponto os ingredientes que preciso de comprar (que já não tenha em casa) e quando vou ao mercado é só abrir o Onenote no telemóvel e voilà!

    Além de haver muito menos desperdício, sei sempre o que vou cozinhar - não quer dizer que faça sempre tudo pela ordem que está na ementa, mas serve de guia.

    ResponderEliminar
  6. Ementa semanal feita ao fim de semana!

    ResponderEliminar

Opinem!

© Perturbações. All rights reserved.
BLOGGER TEMPLATE BY pipdig